Notícias

Sustentabilidade: quatro medidas para imprimir menos

Sustentabilidade: quatro medidas para imprimir menos

As taxas de reciclagem no país não melhoraram muito de 2010 para cá, segundo o Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil de 2014.

No caso de papéis, por exemplo, há uma estagnação que já dura anos nesses níveis.

Segundo Rodrigo Oliveira, sócio-diretor da Toner Ideal esses dados reforçam a necessidade de empresas adotarem uma política eficiente quanto à impressão de documentos.

No ramo de suprimentos para impressoras desde 2002, Oliveira explica que algumas medidas simples podem melhorar as práticas ecológicas das empresas – além, claro, de gerarem economia.

Abaixo, ele destaca quatro delas:

1. Use ferramentas de controle

A tecnologia permite configurar os sistemas de impressão para adotar limites mensais para cada departamento.

“O comercial, por exemplo, não necessita imprimir tantas cópias quanto o pessoal que lida com notas fiscais”, explica o sócio da Toner Ideal.

Além disso, equipamentos mais modernos requerem uma confirmação do pedido: depois de mandar o documento para a máquina, o funcionário tem que ir até ela e digitar uma senha ou mesmo usar biometria para autorizar a impressão.

Essas medidas evitam erros e inibem o uso excessivo do recurso.

2. Priorize documentos digitalizados

Alguns documentos sensíveis devem ser impressos como os referentes a processos de Recursos Humanos para atender demandas legais ou por políticas internas.

Na maior parte dos casos, porém, uma cópia digital é suficiente.

Comprovantes de pagamento, por exemplo, são mantidos nos arquivos virtuais de bancos por décadas.

Para empresas que precisam fazer um grande número de cobranças, a dica é incentivar os clientes a priorizarem contas virtuais.

3. Conscientize a equipe

É necessário que todos os funcionários entendam a importância de evitar impressões desnecessárias.

Seminários, cursos e treinamentos ajudam a estabelecer diretrizes e orientações sobre o que precisa ou não de uma cópia física.

“Há colaboradores mais antigos, por exemplo, que estão acostumados a imprimir tudo para ler, então é preciso conversar”, afirma Oliveira.

4. Reaproveite papel

Às vezes, não dá para evitar a necessidade de ler ou analisar algum documento no formato físico.

Nesses casos, deve-se reutilizar a folha e também imprimir no verso, assim como configurar a impressora para utilizar o modo rascunho.

“Muitas vezes o papel sai mais caro que a tinta, então isso também implica numa boa economia financeira”, diz Oliveira.

Para completar, fazer a coleta seletiva dos resíduos sólidos e implementar políticas de reciclagem de papel garantem um ambiente de trabalho sustentável.

Fonte: O Debate

Romae