Notícias

Ligue 132 prestou 20 mil atendimentos a usuários de drogas em 2015

Ligue 132 prestou 20 mil atendimentos a usuários de drogas em 2015

A Central de Atendimento sobre Drogas, o Ligue 132, realizou mais de 20 mil atendimentos em todo o Brasil até novembro de 2015. Destacam-se as chamadas referentes à cocaína e seus derivados, como o crack, que representaram 39% dos atendimentos no ano.

Desde 2014, a cocaína é a droga com mais questões atendidas pelo serviço. Em junho, o Ligue 132 completou 10 anos de atendimento à população brasileira. Nesse período, foram realizados mais de 140 mil atendimentos efetivos em todo o País.

“No Ligue 132, o indivíduo busca ajuda diferenciada, pois o serviço é personalizado e sem preconceitos, sempre focado na necessidade específica de cada usuário e familiar, como por exemplo, uma mãe que não sabe como buscar ajuda para o seu filho dependente de crack”, relata a coordenadora do Ligue 132, Maristela Ferigolo.

Para casos do uso de álcool e cocaína, os atendimentos no Ligue 132 são diferentes e orientados de acordo com a demanda, segundo a coordenadora Maristela Ferigolo. “O atendimento é direcionado para o indivíduo e específico para cada situação. Se um usuário de álcool procura o serviço para cessar o uso da substância, primeiro nós investigamos o grau de motivação, o contexto e a estrutura familiar para então aconselhá-lo da melhor maneira possível com o objetivo de mudar o comportamento. Essa informação é sigilosa e prestada por profissionais qualificados e especializados em dependência química”, destaca.

Perfis

Os homens foram responsáveis por 60% dos atendimentos no ano, sendo que metade é de usuários de drogas e apenas 7% de familiares. Quando comparados com o sexo feminino, essa relação é inversa, 51% são de familiares, como mães, tias e avós, que buscam ajuda para seus parentes e apenas 23% são usuárias de drogas.

O Estado com o maior número de chamadas foi São Paulo (com 2.683 ligações), seguido do Rio Grande do Sul (com 1.668) e Rio de Janeiro (com 1.645). Em relação às cidades, São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Recife foram as quatro cidades com maior número de ligações.

O Ligue 132 é um serviço gratuito e anônimo criado em 2005 para atender pessoas que necessitam de ajuda com problemas relacionados ao uso de cocaína, maconha, álcool e tabaco, entre outras substâncias.

Fonte: Portal Brasil

Romae